Reumatismo

Doença Reumática

O QUE SÃO DOENÇAS REUMÁTICAS?

São doenças que afectam o aparelho locomotor ou sistema músculo-esquelético nos seus vários componentes, ossos, músculos, articulações, partes moles envolventes, nervos e vasos, cujas causas podem ser degenerativas, infecciosas, neoplásicas, autoimunes, inflamatórias, metabólicas, entre outras.

Podem dividir-se em:

  • Doenças reumáticas crónicas imunomediadas de que são exemplos a artrite reuma­tóide, as espondilartrites, as artrites idiopáticas infantis, a polimialgia reumática, as vasculites, o lúpus eritematoso sistémico e outras patologias difusas do tecido con­juntivo (como a esclerose sistémica, a síndrome de Sjogren, a dermatomiosite, etc.)
  • Do­enças reumáticas não imunomediadas, grupo em que se incluem, a título exemplificativo, a fibromialgia, a gota, as tendinites, a osteoporose e a osteoartrose.

As doenças reumáticas são crónicas, portanto a sua prevalência aumenta com o envelhecimento da população, estimando-se que cerca de metade da população portuguesa sofre de pelo menos uma doença reumática.

 

SINTOMAS

Regra geral os sintomas variam não só de doença para doença, mas também de pessoa para pessoa. Por exemplo nas

Artrite Reumatóide os sintomas são:

  • dor nas articulações, que pode ser acompanhada por edema ou inchaço, calor e vermelhidão das articulações
  • sensação de rigidez matinal (sentir-se enferrujado ou perro de manhã) que dura mais de 30 minutos
  • sensação de cansaço que pode ser limitante da actividade da pessoa

Esclerose Sistémica os sintomas são:

  • palidez marcada em certas zonas do corpo geralmente extremidades e face, a qual pode ser seguida por outras alterações na coloração da pele dessas zonas (vermelhidão, pele azulada)
  • inchaços nas mãos e pés

Osteoporose é uma doença cujo primeiro sinal ou sintoma é uma fractura que se verifica após um traumatismo mínimo ou até na ausência de traumatismo. As fracturas mais frequentes são as das vértebras, do colo do fémur e do punho.

TRATAMENTO

Também os tratamentos variam de doença para doença.

Nas artrites o objectivo do tratamento é reduzir a dor e a inflamação, atrasar ou parar o envolvimento e a lesão das articulações e, por fim, melhorar a sensação de bem-estar e manter a pessoa activa e válida para a sociedade, o que é f

eito nomeadamente através de medicação anti-inflamatória e analgésica.

Para a Esclerose Sistémica, não existe nenhum tratamento global. Existem sim diversos meios terapêuticos entre os quais:

  • fisioterapia
  • medicamentos sintomáticos
  • medicamentos que actuam no sistema imunológico
  • anti-hipertensores
  • medicamentos que estimulem a dilatação dos vasos sanguíneos

Na osteoporose, recorre-se a medicamentos que actuem em diferentes mecanismos do metabolismo ósseo, inibindo a reabsorção/perda ósseas, ou que estimulem a formação óssea e ainda outros que, eventualmente, actuem sobre ambos os mecanismos. Estes medicamentos são também co-adjuvados pela utilização de cálcio e vitamina D, através de dieta ou de suplementos.

Na MyNurse pode encontrar fisioterapeutas, enfermeiros e auxiliares que o podem ajudar a lidar e a atenuar os efeitos das doenças reumáticas, sem sair de casa.